+55 71 98880 2781

Anunciado o país mais gay-friendly da Europa!


Todo ano é compilado o "Rainbow Index" (índice do arco-íris) que indica os países mais friendly do planeta. Este ano a pesquisa colocou o Reino Unido como um terceiro da lista, com 81% das requisições do índice atendidas. O fato do país não aparecer ainda mais acima do ranking diz respeito principalmente a recusa da Irlanda do Norte em adotar leis que viabilizem a união homoafetiva.

O fato interessante deste ano foi a descoberta de que a ESCÓCIA seria a nação mais gay-friendly e tolerante na Europa se fosse separado do resto do Reino Unido. Atendendo 90% dos critérios estabelecidos para pesquisa.

O relatório também descobriu que o que mais precisa ser feito nos países para alcançar a plena igualdade de direitos geralmente correspondem a elaboraração de mais leis que assegurem os direitos de pessoas transexuais.


PUBLICIDADE

O índice mede o impacto de leis e políticas sobre lésbicas, gays, bissexuais, pessoas trans (LGBT) em seis categorias: igualdade e não-discriminação, família, discurso de ódio e violência física, reconhecimento legal de gênero, liberdade de expressão, casamento e asilo.

Uma série de leis anti-discriminação foram postas em vigor para proteger os direitos das pessoas LGBT na Escócia, em 2010. Enquanto o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi legalizado em 2014. No país também já é possível a adoção de crianças por casais homoafetivos.



POLÍTICA

Na sequência das eleições da semana passada, o Parlamento escocês tem agora o mais alto nível de membros abertamente LGB (7,8%) no mundo.

Dois dos principais líderes do partido, Ruth Davidson (Partido Conservador) e Kezia Dugdale (Partido do Trabalho) são abertamente gays, enquanto o Partido Verde é liderado Patrick Harvie, assumidamente bissexual.

PARABÉNS SEUS LINDOS! #partiu Escócia! 




Curte aí nossa fanpage!
E tenha acesso a todo o conteúdo do Viajay!