+55 71 98880 2781

Evento apresenta dados profissionais do Turismo GLS Mundial


O evento Gnetwork apresentou sua 9’ edição, com muito sucesso em termos de público, que foi uma mistura de empreendedores, diretores e gerentes de empresas de vários tamanhos e também de diferentes áreas além do turismo em si. Até porque o evento tem como finalidade informar como e onde está este segmento que as vezes ainda é bastante invisível para alguns olhares.

Para quem trabalha com Turismo com certeza é um grande aprendizado, pois durante as palestras, simpósios, entrevistas e mesas redondas, o tema foi abordado de diferentes maneiras. Como os destinos de St. Petersburgo – Clearwater da Florida que apresentou seus encantos para os profissionais e convidou a todos a participar da 34’ Convenção Mundial da IGLTA que acontecerá por lá em 2017. Surpresas emocionantes como de Ft. Lauderdale que apresentou sua bem sucedida campanha para captar o turista Trans para suas praias muito famosas para os turistas LGBT, sucesso absoluto.

Da Europa vieram as informações daquela que é a Parada Mundial e acontecerá na linda Madrid ano que vem, e espera atrair para sua cidade algo em torno de 3 milhões de turistas para o World Pride 2017. Mas com certeza o que mais chamou atenção foram as apresentações de destinos Asiáticos, com foco na China e Japão. Informou-se que é um segmento muito forte nos dois países, com números que chegam a milhões de pessoas LGBTs, e que mesmo com a timidez nada impede do Japonês participar de suas variadas Paradas do Orgulho no país e viajar para o exterior. E o chinês não é diferente, mas sendo menos “fora do armário” do que outros países, mas avido a viajar, afinal somente há poucos anos os chineses foram autorizados a viajar ao exterior.

Dos Estados Unidos estava presente cidade como: NYC, Las Vegas, Miami, Ft. Lauderdale, St. Petersburgo, que tem o total interesse no mercado Latino. E falando na América Latina estavam com representação: Brasil, Chile, Colômbia, Uruguai, Mexico, que com 9 países lançaram o inicio da futura associação da região, batizada como ALAT – LGBT. Todos interessados em conquistar com profissionalismo o segmento LGBT para seus hotéis, agencias, operadoras, companhias aéreas, locadoras de automóveis, entre outros fornecedores da indústria.

E como a indústria do turismo precisa de dados e informações, além de serviços complexos de sistemas como o Expedia que apresentou seu braço interessado no turista LGBT. A empresa Pink Banana mostrou como é fundamental a correta atuação nas sociedades virtuais e suas mídias, divulgando seus serviços e produtos com foco no segmento.  E a CMI trouxe uma informação interessante com relação à pesquisa realizada com americanos, mostrando que o Brasil é direto e o maior competidor da Argentina, quando o motivo são férias LGBTs.  E o Rio foi o grande ganhador do premio do melhor destino de praia LGBT na América Latina.

O evento terminou seus três dias muito ativos com um belíssimo jantar de Gala, que teve seu lado humanitário e solidário. Uma programação entre shows, bandas, drags, tango, premiação e muita alegria finalizou com chave-de-ouro mais esta edição, prometendo para o próximo ano na celebração dos seus dez anos um evento ainda mais glorioso.

Visite o site do evento em:  www.gnetwork360.com

Fonte: Clovis Casemiro / Coordenador Brasil, IGLTA


Curte aí nossa fanpage!
E tenha acesso a todo o conteúdo do Viajay!