+55 71 98880 2781

Indonésia é destino dos sonhos para gays?


Com um patrimônio natural invejável e uma cultura diferente, a Indonésia é o destino dos sonhos de muitos turistas gays. O arquipélago que tem como destaque entre os destinos mais populares a ilha de Bali porém não garante nenhum tipo de proteção ao turista gay. Por isso, é preciso ficar atento as regras do país antes de planejar sua viagem pra lá.

Embora não exista uma lei que puna a homossexualidade na Indonésia, existem locais no país que criminalizam o comportamento gay. Em Aceh, por exemplo, a homossexualidade é ilegal e punível com flagelação. Até mesmo em locais que não há nenhuma lei contrária, os turistas gays poderão enfrentar preconceito já que boa parte da população desaprovam a homossexualidade. Além disso, não existe nenhuma lei que protege a comunidade LGBT no país.


PUBLICIDADE

Embora considerado um país muçulmano moderado, grupos islâmicos fundamentalistas estão ganhando cada vez mais espaço no país, fazendo aumentar a hostilidade a pessoas LGBT e não-muçulmanos. No ano passado diversos episódios de intolerância vieram a tona. A polícia lançou vários ataques a saunas gays sob o pretexto de crimes relacionados à pornografia e 141 homens foram presos por participar de uma festa gay na capital Jacarta. Mas o caso mais grave foi a punição com chibatadas em praça pública de dois jovens (20 e 23 anos) na província de Aceh.

Os episódios chamaram a atenção do mundo e a Human Right Watch cobrou providência do governo da Indonésia. As autoridades de Aceh consideraram na época o caso isolado, embora a punição continuasse sendo aplicada dentro das prisões. Só que na última semana aconteceu mais um episódio de acoitamento em público. Junto do casal gay, mais quinze pessoas também foram punidas por crimes como consumir bebida alcoólica e demonstrar afeto em público.


Curte aí nossa fanpage!
E tenha acesso a todo o conteúdo do Viajay!