+55 71 98880 2781

Mais um país sul-americano resolve investir no turismo LGBT


Brasil, México, Uruguai e Argentina são países onde o turismo LGBT é uma política de Estado, assumindo a liderança no setor principalmente por garantir direitos a essa população através do casamento, adoção e leis de identidade de gênero, o que dão a estes destinos maior visibilidade e impulsionam este setor com altíssimo potencial. Pelo menos é disso que está convencido o Felipe Cárdenas, presidente da Câmara de Comerciantes LGBT Colômbia, que agora está presidindo o fórum "O turismo LGBT, tendência global", realizado em Bogotá e que envolve todos os atores neste setor "para estudar estatísticas, ações, melhores práticas e orientações que permitam tornar a capital ainda mais atrativa e receptiva ao público LGBT

As cidades colombianas mais procuradas pelos viajantes LGBT são Bogotá, Cartagena, Barranquilla, Medellín, Cali, Bucaramanga e Pereira. E a atração principal, destaca Cardenas, é o Theatron (foto), a maior boate gay das Américas.

Esta iniciativa foi tomada junto com empresas e marcas que querem apostar neste setor de turismo de nicho no país. Entre elas estão Aviatur, que possue uma linha de serviços chamada gaytravel; A cadeia de hotéis Marriot, que foi pioneira ao receber o selo FriendlyBiz Merchants da Câmara LGBT da Colômbia; Os hotéis boutique Le Petite em Cartagena e San Sebastian, em Bogotá; Companhias aéreas como a Delta e VivaColombia também participam da ação.

Estima-se que o poder de compra do mercado LGBT no ano passado foi de cerca de US $ 15.000 milhões e que existe uma enorme oportunidade deste número crescer frente as novas políticas e incentivos no país. Cardenas adverte que embora a Colômbia tenha sido desde 2014 considerada pela IGLTA (a organização que gerencia o turismo LGBT no mundo) um destino emergente neste segmento, os desafios ainda são enormes. "Temos que quebrar ainda muitos preconceitos, promover a multiplicação de espaços como o Fórum LGBT e entender que a geração de valor econômico nunca deve estar separado à geração de valor social, que no nosso caso é dado através do inclusão ", conclui.


Curte aí nossa fanpage!
E tenha acesso a todo o conteúdo do Viajay!