+55 71 98880 2781

Menino de 12 anos enfrenta manifestação homofóbica de 11 mil pessoas no México


A foto de um menno tentando parar uma marcha contra a união de homossexuais no México viralizou na internet. Na imagem, publicada no Facebook pelo jornalista que registrou o momento, o garoto, de 12 anos, aparece na frente da passeata, na cidade de Celaya, com os braços abertos.

O post do jornalista Manuel Rodriguez, autor da imagem, já foi compartilhado centenas de vezes. Alguns comentários na web observam a semelhança entre esta foto e a imagem histórica do "rebelde desconhecido" se colocando à frente dos tanques durante protestos na Praça Celestial, em Pequim, em 1989.

"Me deu náuseas ver tanta homofobia reunida, mas fico com a imagem de um menino tentando deter os manifestantes", escreveu Rodriguez na legenda do post.

Segundo o jornalista, o menino contou a ele que decidiu tentar parar a marcha da "Frente Nacional pela família" porque tem um tio homossexual. A criança afirmou que não queria que essas pessoas odiassem seu tio. Rodriguez disse que tentou fazer mais perguntas ao menino, que, segundo ele, se chamava César, mas foi impedido por sua mãe.

"Não coloquei a foto em nenhum meio de comunicação, coloquei em meu perfil pessoal do Facebook, porque era um sentimento pessoal que queria compartilhar com meus amigos e conhecidos. Tirei a foto no dia 10 de setembro, durante uma marcha da Frente Nacional pela Família", contou Rodriguez em entrevista à emssora CNN.

O menino não conseguiu parar a manifestação, mas a imagem entrará para os livros de história como a do manifestante que bloqueou a passagem de quatro tanques de guerra na Praça Celestial, em Pequim, na China, no dia 5 de junho de 1989.


Curte aí nossa fanpage!
E tenha acesso a todo o conteúdo do Viajay!