+55 71 98880 2781

Primeiro bebê britânico com três pais pode nascer esse ano


O Instituto britânico que regula procedimentos de fertilização humana anunciou esta manhã que foi dada a uma equipe de cientistas da Universidade de Newcastle a aprovação para executar a operação que resulta no nascimento de um bêbê com três pais.

Apesar da licença para realizar o procedimento os pedidos serão aprovados individualmente, ou seja, cada caso precisará passar por uma análise inicial antes do processo.

Ainda é cedo para considerar este passo uma conquista LGBT, mas podemos comemorar o avanço. Acontece que este procedimento é autorizado, inicalmente, para mulheres com doenças genéticas graves. Através de doação mitocondrial, o DNA defeituoso da mãe - que poderia causa inúmeras doencás graves ao bebê - é substituido pelo DNA saudável de uma doadora, evitando assim, doenças musculares, cardíacas e neurais.

As clínicas de FIV (Fertilização In Vitro) serão capazes portanto de gerar bebês com DNA de três pessoas - e efetivamente, duas mães.

Logo, podemos comemorar o avanço como um passo a frente também da comunidade LGBT em direção a paternidade/maternidade das crianças. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos. 


Curte aí nossa fanpage!
E tenha acesso a todo o conteúdo do Viajay!