+55 71 98880 2781

Você abraçaria ou mataria um gay? Campanha tem resultado impressionante; assista


Campanha "Sou gay, você me abraça ou me mata?" faz sucesso na internet.

A #campanha “Sou #gay, você me abraça ou me mata?” está fazendo enorme sucesso nas redes sociais. Desenvolvida pelo jovem Matheus Amaral, o vídeo conta com mais de um milhão de visualizações e gera comentários positivos à campanha, que foi realizada em uma rua de Uberlândia, em Minas Gerais. O resultado é impressionante.

Matheus Amaral fica com os olhos vendados na rua com uma placa ao lado onde se lê “sou gay, você me abraça ou me mata?”. Com mais de 3 minutos de produção, o vídeo mostra que as pessoas demoram um pouco para entender, no entanto, com o passar dos minutos começam a surgir várias pessoas para abraçar o jovem, que retribui o carinho, inclusive com adolescentes e crianças.

EMOÇÃO

Nas redes sociais de Matheus o vídeo ganha elogios e incentivos. “Parabéns pela atitude... comovente o vídeo e bom saber que o preconceito não está em todos... abraço”, escreveu um usuário. “Emocionada, não tem como não chorar”, disse outra. A campanha conta com mais de mais de um milhão de visualizações e quase 40 mil compartilhamentos.

Agressão contra homossexuais no Brasil

Além de viralizar, a campanha visa conscientizar as pessoas sobre o preconceito contra homossexuais no Brasil. As estatísticas revelam que a cada 28 horas um homossexual é morto de forma violenta, de acordo com a reportagem do Fantástico de junho deste ano. Só em 2015 o Disque 100 recebeu quase 2 mil ligações de agressões contra gays.

O Grupo Gay da Bahia, entidade de reconhecimento internacional, divulgou um relatório, em 2010, que mostrou que o Brasil era campeão em violência contra homossexuais. O fundador do Grupo Gay da Bahia, Luiz Mott, acredita que a criminalização da homofobia ajudaria a diminuir o número de agressões a gays. “A aprovação da lei que criminaliza o preconceito é importante, mas não pode vir sozinha. Caberá a nós, homossexuais, fazê-la aplicar”, disse.

O primeiro casamento gay no Brasil ocorreu em Jacaraí assim que o Supremo Tribunal Federal reconheceu o direito dos homossexuais à união civil. #campanha contra homofobia.

 

Fonte: Blasting News


Curte aí nossa fanpage!
E tenha acesso a todo o conteúdo do Viajay!